“Sortilégio” opera milagre no SBT

A segunda reprise da novela “Sortilégio” tem um caminho acidentado pela frente, isso porque a grade da emissora joga contra qualquer produção. Mesmo com duas horas, o “Fofocalizando” não reage e entrega um senhor problema nas mãos das tramas mexicanas. 

Em seus nove primeiros capítulos, o enredo que faz sua terceira passagem pela grade do canal soma 4,43 pontos de média geral na Grande São Paulo.

Dentro deste recorte, a revista vespertina comandada por Chris Flores e Gabriel Cartolano soma 3,10 pontos de média nos dias em que antecedeu o folhetim latino.

Recebendo em baixa, o conto foi responsável por uma elevação de 42,9% de um produto para o outro. A trama ainda briga com a Band pelo terceiro posto, mas é um bom levante para as conterrâneas que vem em sequência. Conforme previsão, o folhetim deve ser encerrado em agosto.