O seu portal de fofoca!

SBT cai 59% em seis anos

O SBT vive uma das mais fervorosas crises de sua história. Para se ter uma ideia, a emissora paulista mal consegue vencer sua nova concorrente direta, a Band, nas faixas que mais importam que estão dentro do horário nobre. Em seis anos, a rede dos Abravanel perdeu 59,4% de audiência, tomando como base os dias 8 de fevereiro dos anos de 2018 e 2024. 

Durante a exibição do programa vespertino “Fofocalizando”, o jornalista Leonardo Antônio de Lima Dias afirma que a rede não vive mais uma crise, especialmente no horário do programa que é especializado na vida alheia. No levantamento que ilustra essa matéria, versando sobre a emissora, o pesquisador Luiz Ricardo Da Paz, o Ricko, traça o comparativo de 2018 e 2024, apenas. Os dados seguintes, falando especificamente do programa, mostram a queda, ano a ano.

Os fatos, entretanto, apontam noutra direção. Segundo dados consolidados da Kantar Ibope, o vespertino de Gabriel Cartolano vive em queda livre pelo menos desde 2020. A revista eletrônica termina aquele ano com 5,4 pontos de média na Grande São Paulo. No ano seguinte, a atração teve queda de 35% e marca apenas 4,0.

Em 2022, o formato tem mais problemas e aparece com apenas 3,2 pontos de média. No ano seguinte, as coisas ficaram ainda piores, com sucessivas trocas de horário e problemas editoriais o programa marca apenas 2,8 pontos de média. Nessa janela toda, a retração do programa foi de 92,9% comparando os dados de 2020, 2021, 2022 e 2023, que não podem mais sofrer qualquer alteração.

Portanto, falta com a verdade quem diz que o vespertino não vive uma crise de audiência. Quem perde quase que a totalidade do público em três anos, por exemplo, não pode estar em um caminho correto, no que diz respeito a linha editorial da atração.