O seu portal de fofoca!

O erro que virou piada

O jornalismo é pautado por apuração e checagem dos fatos, certo? Pelo menos em um célebre caso, isso faltou ao time da Record TV. Há doze anos, durante o “Hoje Em Dia” chegava a informação de que o humorista Amim Khader teria morrido. A informação pegou a todos de surpresa e deixou Chris Flores completamente abalada no sofá do matinal. 

Fábio Ramalho e Celso Zucatelli tocaram essa complicada cobertura, porque noticiar a morte de uma pessoa não é simples, para absolutamente ninguém que vive no jornalismo, seja ela anônima ou famosa. O boato da morte ganhou contornos maiores, mobilizou uma equipe completa do formato, que não era raro, brigava pelo primeiro lugar de audiência em sua antiga formação.

Horas depois, o suposto defunto ressurgiu numa conversa com José Luiz Datena, dentro do recém lançado “Cidade Alerta”, em sua segunda fase de vida. Depois dessa barrigada, Khader ficou mais famoso por ter morrido e ‘ressuscitado’ no informativo da tarde.

Abaixo, os registros da cobertura. Como bônus, tem um material do programa “Balanço Geral” local, então comandado pelo hoje saudoso apresentador Wagner Montes, que “balançava” o almoço dos cariocas: