Joana Fomm quase foi Xepa na Globo

A atriz Joana Fomm quase foi escalada para a novela das sete “Lua Cheia de Amor” (1990), adaptação considerada moderna de “Dona Xepa” (1977), que abriu a faixa de reprises da Globo no começo da década anterior dentro da faixa vespertina. 

Quase um mês antes da estreia, entretanto, seu nome foi trocado. Então batizada com o nome de “Bate Coração”, a trama seria estrelada por Marília Pêra, em seu retorno ao horário após três anos.

Os primeiros capítulos da trama tiveram cenas gravadas na Espanha. No quesito audiência, o remake não foi tão bem assim de audiência e foi amplamente criticado pelo tom empregado à Janu, que era rejeitada pelos filhos, envergonhados pela condição de vida da mãe.

A dupla Isabela Garcia e Roberto Bataglin era responsável por fazer a vida da protagonista um inferno, mas pela filha que vivia de mentiras e pequenos trambiques.

Meses depois, Joana foi a grande estrela adulta da novela “Vamp”, escrita por Antônio Calmon, onde defendeu a personagem Carmem Maura, casada com o

>> Com a colaboração do pesquisador Sebastião Uelinton Pereira, colunista do TV História e informações do Acervo O Globo