Globo define tamanho da novela “Mulheres de Areia”

A reprise da novela “Mulheres de Areia” tem como missão manter o público da faixa de comédias, criada pelo canal em dezembro de 2020 para barrar as fofocas de Fabíola Reipert e Reinaldo Gottino. O enredo assinado por Ivani Ribeiro é a primeira não novela de Carrasco a ser transmitida nesta janela de reapresentações. 

O folhetim é uma releitura da obra original, produzida pela TV Tupi. Agora, o enredo tem selo amarelo e previsão de contar com 185 capítulos, com isso a edição deve fazer a trama chegar ao mês de março do próximo ano. No original, a protagonista masculina era defendida por Antônio Carlos Zarattini, enquanto que seu par foi Eva Wilma Buckup. Quando atualizada, a trama ganhou como protagonistas Guilherme Fontes e Glória Pires.

Ao todo, o repeteco vai ter 37 semanas no ar. Quase sem cortes, uma vez que o selo da última reprise foi mantido. A novela foi exibida no ano de 2016 na principal faixa do VIVA, na íntegra. Sua antecessora nesse slot de reapresentações deve fechar a passagem com 12,9 pontos de média.

A única censura na novela, pelo menos até agora, foi uma edição na abertura, para borrar a nudez da então modelo Mônica Carvalho, estrela da vinheta que é acompanhada por “Sexy Iemanjá”, na voz de Pepeu Gomes.