O seu portal de fofoca!

Globo define cobertura eleitoral estadunidense

A Globo define uma parte importante de sua cobertura eleitoral dos Estados Unidos, o canal vai enviar ao país dois nomes centrais de seu jornalismo diário: William Bonner e Renata Lo Prete, responsáveis por “Jornal Nacional” e “Jornal da Globo”, respectivamente. 

O formato de atuação em dobradinha viralizou nas mídias sociais durante a apuração do pleito brasileiro. A dupla foi responsável, ainda, pela cobertura da posse de Luiz Inácio Lula da Silva (PT-SP), em janeiro do ano passado.

Agora, a missão da dupla é na cobertura do confronto entre Joseph Robinette Biden Jr x Donald John Trump disputa pelo comando da Casa Branca, que será definida em novembro deste ano, assim como foi no pleito de 2020.

Os dois informativos tanto do horário nobre, quanto da madrugada, serão ancorados da capital Washington. Esse investimento não era visto nos últimos anos, em qualquer emissora aberta. No ano de 2008, a RECORD enviou Celso Freitas para a cobertura que terminou com a eleição de Barack Obama.

Naquela altura em 2020, a disputa entre os canais de notícias era mais presente. A então novata CNN conseguiu furar o canal de notícias da Globo com o resultado, em um plantão de sábado. Pelo canal carioca, Cecília Flesch comandou a cobertura, enquanto que a rede da Avenida Paulista tinha Daniel Adjuto e Taís Lopes.

>> Com informações do jornalista Gabriel Vaquer, no site de entretenimento da Folha de São Paulo, F5.