O seu portal de fofoca!

Globo comete gafe em ferramenta do GE

A ferramenta criada pelo site GE Globo que mostra a rotatividade dos treinadores nas principais divisões do país no futebol é muito útil e ajuda a entender o processo de fritura vivido pelos profissionais do banco de reservas, mês a mês. 

Os dados da plataforma são úteis para saber quantos treinadores passaram por cada equipe em determinado período. Mas, houve uma importante falha nessa conta. A plataforma esqueceu de contabilizar a dispensa de Claudinei Oliveira da Chapecoense, ocorrida em 10 de fevereiro. A última demissão registrada é de Mano Menezes, em 05 de fevereiro. Até mesmo o novo treinador do Paraná, Tcheco, já consta nesses registros.

Umberto Louzer retornou ao clube catarinense depois de três anos, com registro no próprio site da empresa carioca. Mas, os dados da rotatividade de técnicos não foi atualizado e segue com informação errada. Segundo eles, não há demissões ou saídas há catorze dias. Entre a saída e o retorno do treinador ao verdão, passaram onze profissionais pelo posto, contando apenas as passagens oficiais, sem os interinos.

A média de um trabalho no futebol nacional é de seis meses, portanto se cumpriu a risca esse ponto pelos lados da Chapecoense. Vacilo em não atualizar, hein Globo?