O seu portal de fofoca!

Emissora de rádio se envolve em climão com cantora

Após ser entrevistada no programa “Radar”, da Novabrasil FM, Gaby Amarantos acusa a emissora de preconceito em não tocar tecnobrega.

A cantora paraense Gaby Amarantos, irá concorrer ao Grammy Latino. Ontem, sexta-feira (23) ela foi entrevistada na Novabrasil FM. Durante o programa Radar, apresentado pelas competentes Lorena Calábria e Roberta Tiepo (que não têm culpa nisso), a música da artista não foi tocada ao ser chamada pela própria de forma entusiasmante. Outra entrou no lugar.

As apresentadoras também acharam que iam tocar, mas de acordo com Lorena em um vídeo, elas também não têm controle sobre as músicas executadas durante o programa.

Ao questionar a direção, a paraense ouviu que a música não se enquadra na grade da rádio, que era voltada para um público “superior”. Obviamente não pegou nada bem e ela foi as redes sociais relatar. Diversos artistas demonstraram apoio a cantora em postagem no Instagram, como Liniker e Pabllo Vittar.

Quase que imediatamente, a emissora também postou um pedido de desculpas em suas redes sociais, complementando que as músicas dela seriam adicionadas a programação na segunda-feira.

Possivelmente haverão reclamações de ouvintes, tal como aconteceu em 2016 na Jovem Pan ao adicionar músicas sertanejas para tocar na grade.

As reclamações de ouvintes já é comum na Nova, principalmente pelo fato de repetirem músicas com frequência e estarem presos ao tempo tocando somente os cantores tradicionais da MPB, como Gal Costa e Caetano Veloso. Muitos pedem por uma renovação na playlist da emissora, que realmente, anda precisando.

O novo álbum de Gaby, TecnoShow, concorrerá na categoria Melhor Álbum de Música de Raízes em Língua Portuguesa. A lista de candidatos a premiação foi lançada na terça-feira (19) e ela foi uma das escolhidas, junto a outros Brasileiros, como a cantora Iza.

A Novabrasil FM, é uma rede de rádios do segmento adulto-contemporâneo especializada em Música Popular Brasileira (MPB), com 11 emissoras em todo território nacional. Ela pertence ao Grupo Thathi de Comunicação, que também controla afiliadas do SBT, Record e Band no interior paulista.